Renzi recebe vencedores do Oscar e promete fundo para cinema

Premier se reuniu com Bertolucci, Tornatore, Benigni e Sorrentino

Da esquerda para a direita: Dario Franceschini, Matteo Renzi, Roberto Benigni, Giuseppe Tornatore e Paolo Sorrentino. Sentado, Bernardo Bertolucci
Da esquerda para a direita: Dario Franceschini, Matteo Renzi, Roberto Benigni, Giuseppe Tornatore e Paolo Sorrentino. Sentado, Bernardo Bertolucci (foto: ANSA)
09:25, 29 JanROMA ZLR

(ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, recebeu nesta quinta-feira (28), no Palácio Chigi, sede do governo, quatro diretores do país que já venceram uma estatueta do Oscar: Bernardo Bertolucci ("O último imperador", em 1988), Giuseppe Tornatore ("Cinema Paradiso", em 1990), Roberto Benigni ("A vida é bela", em 1999) e Paolo Sorrentino ("A grande beleza", em 2014).

 

Ao lado do ministro de Bens Culturais Dario Franceschini, o grupo se reuniu para um animado almoço, durante o qual eles conversaram sobre filmes, cultura italiana e a nova lei para o cinema apresentada pelo gabinete de Renzi. O cineasta Gabriele Salvatores, vencedor do Oscar de melhor longa estrangeiro em 1992, com "Mediterrâneo", também havia sido convidado, mas não pôde comparecer porque não estava em Roma.

 

 

Entre outras coisas, o projeto ilustrado no encontro dará mais 200 milhões de euros por ano ao setor a partir de 2017, graças a um fundo criado especificamente para financiar iniciativas na área. "Não é um programa de retomada porque não há necessidade, mas sim de atenção ao cinema, um setor pelo qual não se legisla há anos. Estamos agradecidos a Renzi e Franceschini", declarou Benigni. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en