Vilarejo italiano é cenário de série de suspense do Netflix

'Curon' será lançada no próximo dia 10 de junho

Campanário semissubmerso em Curon Venosta, norte da Itália
Campanário semissubmerso em Curon Venosta, norte da Itália (foto: Wikimedia Commons/Gregorini Demetrio)
11:04, 25 MaiROMA ZLR

(ANSA) - Um vilarejo italiano submerso por uma represa é palco de uma série original do Netflix que será lançada mundialmente no próximo dia 10 de junho.

"Curon" tem sete episódios e se passa em Curon Venosta, cidadezinha de 2,4 mil habitantes situada no extremo-norte da Itália, quase na fronteira com Áustria e Suíça, onde é mais fácil ouvir alemão do que o idioma nacional.

A paisagem é marcada por um campanário do século 14 semissubmerso no Lago de Resia, formado por uma barragem construída à revelia dos moradores e que cobriu todo o antigo vilarejo, depois reconstruído alguns metros acima.

Sob direção de Fabio Mollo e Lyda Patitucci, a série conta a história de Anna (Valeria Bilello), que volta para Curon, sua cidade natal, com os filhos gêmeos adolescentes, Mauro (Federico Russo) e Daria (Margherita Morchio).

Quando a mulher desaparece misteriosamente, os jovens precisam iniciar uma viagem que lhes revelará segredos escondidos na aparente tranquilidade da cidade.

Curon Venosta também é retratada em um livro lançado recentemente no Brasil, "Daqui não saio", de Marco Balzano.

A partir de uma longa carta da professora-camponesa Trina para sua filha, Márica, o romance conta a história de resistência do povoado contra o fascismo de Mussolini, o nazismo de Hitler e a ameaça da represa. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA