Veneza dará Leão de Ouro honorário a Ann Hui e Tilda Swinton

A 77ª edição do festival acontece entre 2 e 12 de setembro

Tilda Swinton na edição de 2018 do Festival de Veneza (foto: ANSA)
09:13, 20 JulVENEZA ZLR

(ANSA) - A cineasta honconguesa Ann Hui e a atriz britânica Tilda Swinton receberão o Leão de Ouro por suas carreiras na 77ª Mostra Internacional de Arte Cinematográfica de Veneza, que acontece entre 2 e 12 de setembro.

A homenagem foi aprovada pelo conselho de administração da Bienal de Veneza, que organiza o festival, após proposta do diretor do evento, Alberto Barbera. Swinton, 59 anos, é vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante em 2007, por seu papel em "Michael Clayton", e já estrelou mais de 60 filmes na carreira.

Ann Hui, 73, é uma das cineastas mais celebradas de Hong Kong, território que está no centro de uma crise internacional por causa das medidas da China para reverter seu status de semiautonomia. Ela tem duas indicações ao Urso de Ouro, principal prêmio do Festival de Berlim.

"Estou verdadeiramente feliz em receber essa notícia e honrada pelo prêmio. Estou tão feliz que não consigo encontrar palavras. Espero apenas que tudo volte rapidamente ao melhor e que cada um possa se sentir novamente feliz como eu estou neste momento", comentou Ann Hui, segundo comunicado da Bienal de Veneza.

Já Swinton disse que "há décadas carrega esse grande festival no coração". "É com grande humildade que recebo esse reconhecimento. Será uma grande alegria ir a Veneza, sobretudo neste ano, para celebrar a arte imortal do cinema e sua rebelde capacidade de sobrevivência frente a todos os desafios que a mudança pode impor a todos nós", afirmou.

Barbera justificou as escolhas com o argumento de que Ann Hui é uma das cineastas "mais apreciadas, prolíficas e versáteis do continente asiático", enquanto Swinton é "unanimemente reconhecida como uma das intérpretes mais originais e intensas a se afirmar desde o fim do século passado". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en