Teatro alla Scala faz transmissão inédita para reabrir temporada

Abertura tradicional foi cancelada devido à pandemia de Covid

Abertura tradicional foi cancelada devido à pandemia de Covid
Abertura tradicional foi cancelada devido à pandemia de Covid (foto: ANSA)
18:32, 07 DezMILÃO ZCC

(ANSA) - O Teatro alla Scala, principal casa de ópera de Milão e da Itália, realiza nesta segunda-feira (7) uma apresentação online de música e dança que substitui a inauguração da temporada artística 2020/21.

Batizado "A Riveder le Stelle", o evento apresenta árias e duetos, com estrelas da ópera e do balé de todo o mundo, incluindo o tenor espanhol Plácido Domingo, e acontece sem público em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Esta é a primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial que a tradicional abertura da nova temporada, cujo dia é um destaque do calendário cultural italiano, será substituída por um concerto online. Hoje, seria inaugurada a nova produção de "Lucia di Lammermoor", estrelada por Lisette Oropesa e Juan Diego Florez, mas foi adiada.

Algumas peças estão acontecendo ao vivo, enquanto outras foram pré-gravadas devido às dificuldades impostas pela crise sanitária para viagens. A cerimônia é transmitida na Itália pela RAI, mas outros países do mundo também podem acompanhar a noite de gala pelo Eurovision e streaming.

A abertura foi feita por Mirella Freni cantando Adriana Lecouvirer. Na sequência, após ordem do maestro Riccardo Chailly, a orquestra interpretou o hino de Mameli, conhecido universalmente como "Fratelli d'Italia".

"Esta noite será a maior estreia do La Scala e um divisor de águas", afirmou Vittorio Grigolo, uma das 24 estrelas internacionais da ópera que participam do evento.

O programa presta uma homenagem a Dante Alighieri, pelo 700º aniversário da morte do poeta celebrado em 2021, e também é uma mensagem de esperança. A viagem musical conta com trechos de " Rigoletto",de Giuseppe Verdi, e de obras de Gaetano Donizetti, Giacomo Puccini, George Bizet, Jules Massenet, Richard Wagner, entre outros.

"Um espetáculo muito divertido, que relembrou muitos dos momentos maravilhosos vividos neste maravilhoso teatro", comentou o estilista Giorgio Armani à ANSA, ressaltando sua felicidade ao ver online alguns protagonistas contracenando com suas roupas."É um espetáculo digno de Milão", finalizou.

A Itália determinou novamente o fechamento de teatros e casas de show em outubro para conter a segunda onda do novo coronavírus (Sars-CoV-2). O Teatro alla Scala chegou a ser aberto em julho, após ficar fechado por quatro meses durante a primeira onda de Covid-19. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA