Morre John Le Carré, mestre de obras de espionagem

Experiência como agente secreto britânico foi base para livros

John Le Carre morreu aos 89 anos por conta de uma pneumonia
John Le Carre morreu aos 89 anos por conta de uma pneumonia (foto: EPA)
11:55, 14 DezLONDRES ZGT

(ANSA) - Morreu no último sábado (12), aos 89 anos, o autor britânico John Le Carré, famoso por escrever com maestria obras de espionagem como "O Espião que Sabia Demais", "A Casa da Rússia", "O Espião que Veio do Frio", "A Guerra no Espelho" e "O Jardineiro Fiel".

"É com grande tristeza que devo anunciar que David Cornwell, conhecido mundialmente como John Le Carré, faleceu no sábado 12 de dezembro de 2020, após uma pneumonia (não ligada à Covid-19), em Cornualha. Tinha 89 anos. Os nossos pensamentos estão com os seus quatro filhos, suas famílias e a sua cara mulher Jane", escreveu Jonny Geller, seu empresário e diretor do grupo de Curtis Brown.

Cornwell nasceu em 1931 e era professor universitário em Eton, antes de se tornar um funcionário do Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido e de ser recrutado como um espião pelos britânicos durante o fim da década de 1940 e 1950. Por conta do seu trabalho, adotou o pseudônimo John Le Carré.

Com a experiência vivida na função, o autor publicou 25 livros - muitos que viraram clássicos no cinema - mostrando o trabalho dos espiões sem todo o glamour que envolvia o tema - como no caso do famoso 007 James Bond - conquistando milhões de fãs ao redor do mundo. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA