Spike Lee será presidente do Festival de Cinema de Cannes

Diretor norte-americano será primeiro negro a ocupar a função

Spike Lee presidirá o júri de um dos mais importantes festivais de cinema do mundo (foto: EPA)
16:26, 16 MarPARIS ZGT

(ANSA) - O diretor norte-americano Spike Lee será o presidente do júri do 74º Festival de Cinema de Cannes, anunciaram os organizadores nesta terça-feira (16).

Lee será o primeiro negro na história a assumir a função e deveria ter sido o responsável no ano passado, mas a pandemia de Covid-19 forçou o cancelamento do evento. Neste ano, a organização optou apenas por adiar o Festival de maio para os dias 6 a 17 de julho.

"O seu entusiasmo e a sua paixão pelo cinema nos dão uma enorme quantidade de energia para preparar o grande festival que todos estão esperando. A festa será fantástica e, simplesmente, não vemos a hora", disse o delegado geral do evento, Thierry Frémaux.

A nota oficial ainda ressalta que o Festival de Cannes terá "um dos maiores diretores de sua geração, além de cenógrafo, ator, montador e produtor". "Por 30 anos, o incansável Spike Lee foi um astuto cronista das questões de seu tempo, com uma aproximação totalmente contemporânea que não abriu mão da leveza e da diversão".

O presidente do Festival, Pierre Lescure, acrescentou também que, mesmo durante os meses "de incerteza" causados pela pandemia de coronavírus Sars-CoV-2, o diretor norte-americano "não cansou de nos encorajar". "Esse apoio está chegando, finalmente, a um bom final e não poderíamos ter uma personalidade mais forte para passar pelos nossos tempos difíceis", finalizou.

A ideia da organização é realizar o Festival de Cannes com a presença de público e dos atores, mas ainda não foi confirmado o formato por conta da nova onda de casos que atinge a França - chamada de terceira onda da Covid-19 pelo governo de Paris. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA