Morre Dino Pedriali, último fotógrafo de Pasolini

Artista estava internado em clínica de Roma

O cineasta italiano Pier Paolo Pasolini, em foto de arquivo
O cineasta italiano Pier Paolo Pasolini, em foto de arquivo (foto: ANSA/OLDPIX)
11:34, 11 NovROMA ZLR

(ANSA) - Morreu em Roma nesta quinta-feira (11), aos 71 anos de idade, o fotógrafo italiano Dino Pedriali, autor de retratos de artistas como Andy Warhol, Federico Fellini e Pier Paolo Pasolini.

De acordo com seu amigo, o também fotógrafo Alessandro Valeri, Pedriali faleceu em uma clínica privada onde estava internado desde maio passado.

A causa da morte não foi divulgada, mas o artista já havia sido operado para remover um tumor na garganta e nunca se recuperou plenamente desde então.

Pedriali também teve depressão por conta de um processo movido por um parente de Pasolini que exigia o arquivo de uma sessão fotográfica feita em 1975, dias antes do assassinato do cineasta.

"É um caso que o deixou muito amargurado e que o jogou em uma tremenda depressão", disse Valeri. Pedriali havia se distanciado do mundo artístico e desistido de vender seus trabalhos.

"Nos últimos tempos antes da internação, vivia como hóspede na casa de um amigo e com seu arquivo debaixo da cama", contou. A última exposição de Pedriali ocorreu em junho de 2020, organizada em Roma pela Fundação Alda Fendi e dedicada a Pasolini.

A mostra continha 110 fotos, incluindo 15 nus inéditos feitos por Pedriali dias antes da morte do cineasta. "É terrível que um artista como ele tenha tido de viver esse calvário sozinho, sem um reconhecimento das instituições", afirmou Valeri. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA