(Entrevista) Em turnê, Il Volo declara amor pelo Brasil

Trio italiano disse que no Brasil "as pessoas são estupendas"

Trio italiano Il Volo faz shows pelo Brasil
Trio italiano Il Volo faz shows pelo Brasil (foto: ANSA/Luciana Ribeiro)
15:59, 07 MaiSÃO PAULO Ana Ferraz e Luciana Ribeiro

(ANSA) - O trio italiano Il Volo está no Brasil como parte da turnê do álbum "Grande Amore". Após passarem por Curitiba, onde fizeram um show no último domingo (1), e pelo Rio de Janeiro, onde se apresentaram na terça-feira passada (3), os três amigos chegam a São Paulo para mais dois shows.

 

Na capital paulista, Gianluca Ginoble, Ignazio Boschetto e Piero Barone estão hospedados no Hotel Intercontinental que, por boa parte desta quinta-feira (5), ficou repleto de fãs que queriam tirar fotos e pedir autógrafos com seus ídolos.

 

Antes do primeiro show na cidade, que aconteceu nessa quinta no Espaço das Américas, o grupo contou um pouco do surgimento do trio, da emoção de ter ganhado o Festival de Sanremo no ano passado e do que gostam mais no Brasil, em entrevista exclusiva para a ANSA.

 

ANSA: Como surgiu o grupo Il Volo?

 

Gianluca: A banda surgiu há sete anos, cantávamos sozinhos e os produtores do programa de televisão no qual nós nos encontramos ["Ti Lascio Una Canzone"] decidiu unir as nossas vozes. Assim, cantamos "O Sole Mio" pela primeira vez em 2009.

 

 

ANSA: E o nome Il Volo, de onde vem?

 

Ignazio: Bem, nós começamos a procurar um nome que pudesse dar um sentido para o que estava acontecendo e, como começamos a gostar tanto um do outro, decidimos dar o nome de Il Volo, um nome metafórico.

 

ANSA: Vocês são um grupo de importância no cenário musical italiano, já tendo tocado com Eros Ramazotti e Laura Pausini. Como foi trabalhar com eles?

 

Piero: Trabalhar com eles foi uma experiência belíssima por que aprendemos várias coisas, mas principalmente por que quando se compartilha a mesma paixão se faz tudo com alegria.

 

Gianluca: Você se lembra como Ramazzotti era simpático?

 

Piero: Sim, nós nos divertimos com Eros e com Laura Pausini em Nova York.

 

ANSA: E com quem vocês gostariam de trabalhar?

 

Gianlucca: Sem dúvida somos fãs de Ivete Sangalo, Ignazio escuta muitas músicas dela [risos]. Já do mundo acho que com Bono [Vox], do U2.

 

ANSA: E como foi a sensação de vencer o Festival de Sanremo, em 2015?

 

Gianluca: Foi maravilhosa. Porque como artistas italianos isso é o ápice, não acontece todos os dias, acontece com os grandes artistas. Sanremo já foi vencido por [Domenico] Modugno [um dos maiores cantores italianos do século 20], ou seja, ganhar foi uma grande realização.

 

Ignazio: Sabe, ver Sanremo desde pequenos e depois vencer o festival é uma bela emoção.

 

ANSA: Qual é a história de "Grande Amore", canção que foi a vencedora de Sanremo do ano passado e o hit que representou a Itália no maior concurso musical europeu, Eurovision, também em 2015?

 

Piero: "Grande Amore" foi escrita por dois compositores napolitanos há oito anos. Em Sanremo é necessário apresentar uma música autoral e inédita e nós ouvimos tantas canções, mas tenho que dizer que, na primeira vez em que escutamos "Grande Amore", todos nós nos apaixonamos por ela. E então fizemos os arranjos necessários com o nosso produtor.

 

 

ANSA: Agora que vocês estão aqui no Brasil após três anos da sua última viagem, vocês estão gostando da sua estadia?

 

Ignazio: Estamos gostando muito. Gostamos muito desse país e, de verdade, temos sempre a vontade de voltar. As fãs são estupendas, as pessoas são estupendas, mesmo as que não nos conhecem. Então não vemos a hora de voltar para esse país.

 

Vocês gostam de músicas brasileiras?

 

Gianluca: Sim, somos fãs de grandes artistas, dos anos 1950 e 1960, como Tom Jobim com o álbum "Stone Flowers" e principalmente a música "Água de Beber". Também conhecemos artistas modernos, porém, pessoalmente, o álbum que eu mais gosto, sem dúvida, já que sou um grande fã de [Frank] Sinatra, é o CD de Sinatra e Jobim, com a música "Garota de Ipanema".

 

O trio Il Volo ainda faz um show em São Paulo nesta sexta-feira, dia 6, e em Porto Alegre no sábado, dia 7. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA