De pizza a sfogliatella, Campânia ‘exportou’ gastronomia

Região também é marcada pelo café com sabor característico

Um dos pratos típicos e mais conhecidos no mundo todo da região é a pizza, originária de Nápoles. (foto: ANSA)
16:00, 09 Mar zbf

 (ANSA) – Campânia é uma região no sul da Itália que abriga cerca de 5,7 milhões de habitantes. Suas cidades principais são Nápoles, Capri, além da Costa Amalfitana, no litoral.

Um dos pratos típicos – e mais conhecidos no mundo todo – da região é a pizza, originária de Nápoles. Em 1889, o rei Umberto I se apaixonou pela receita preparada por Raffaele Esposito, que a batizou com o nome da rainha Margherita di Savoia. A redonda especial levava as cores da bandeira italiana: verde (manjericão), branco (mussarela) e vermelho (tomate).Poucos anos depois, em 1910, a primeira pizzaria brasileira foi aberta, na cidade de São Paulo.


A mussarela tem um sabor diferente na Campânia. Ao contrário do que se pensa, na Itália o produto não é tão comum em fatias, como no Brasil. Os queijos vendidos em corte são chamados de "sottilette" e são separados da massa original, feita com leite de búfalas ou de vacas.

Como as búfalas da região são criadas em larga escala, seu sabor e textura são diferentes do resto da Itália.


Com relação aos pratos típicos, ressalta-se o "gnocchi alla sorrentina" (nhoque de batatas com molho de tomate e manjericão); a "insalata caprese" (salada feita em Capri com mussarela de búfala, tomate e majericão); "pasta al ragù napoletano" (ragu feito à base de molho de tomate com pedaços de carne de vitelo); e o "spaghetti alle vongole" – que o "segredo" do sabor na região é o uso de vôngoles frescos, que podem ser acompanhados por "molho branco" ou "molho vermelho" italianos.


A região também se destaca pelo prato "spaghetti alla puttanesca", que surgiu no golfo de Nápoles. Ele é feito com massa longa e molho a base de tomate, aliche, alcaparras, azeitonas sem caroço, alho e pimenta vermelha.

 

#spaghettiallaputtanesca #?? #xf90mm #velviafilmsimulation

Uma publicação compartilhada por Maciej Lasota (@maciejlasota) em


O nome do macarrão é pitoresco pois "puttanesca" pode derivar de "puttana" (prostituta) ou da expressão "fai qualche puttana" (faz qualquer coisa), com o objetivo de "improvisar" na confecção do prato.


Para sobremesa, os destaques são a "pastiera di grano" (torta típica de Páscoa feita com ricota, trigo, ovo, canela e laranjas) e a sfogliatella, doce de massa folhada recheado com ricota e frutas. Ela foi criada por freiras da Costa Amalfitana, no século XVII, mas sua popularidade maior é em Nápoles.


Outro produto característico da região é o café. Quando grãos provenientes do mundo todo se misturam com a água vulcânica do Vesúvio, o sabor se torna algo único. Há até um ditado de Nápoles que diz que "o café que você toma em Nápoles não toma em nenhum outro lugar."

 

* Informações contidas no livro "Itália: Para Comer e Beber Bem", lançado em 2017 por Gerardo Landulfo e Juscelino Pereira.
(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en