'Avó' de Obama morre aos 99 anos de idade no Quênia

O ex-presidente dos Estados Unidos 'enviou suas condolências'

Barack Obama ao lado de um estudante e de Sarah Onyango
Barack Obama ao lado de um estudante e de Sarah Onyango (foto: ANSA)
13:19, 29 MarNAIROBI ZRS

(ANSA) - Sarah Obama, pessoa a quem o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama considerava sua avó, morreu aos 99 anos de idade no oeste do Quênia, informou sua filha, Marsat Onyango.

O porta-voz da família, Sheikh Musa Ismaul, afirmou que a mulher não estava se sentindo bem há uma semana, mas ela testou negativo para o novo coronavírus em um exame que fez recentemente. Ele ainda revelou que o ex-chefe de Estado norte-americano "enviou suas condolências".

"Sentiremos saudades, mas sempre nos lembraremos dela com gratidão por sua longa e notável vida", escreveu Obama em suas redes sociais.

A "avó" de Obama, que era mais conhecida como "Mama Sarah", ficou muito famosa em seu país quando Barack se tornou o primeiro presidente negro dos Estados Unidos em 2008. Sarah foi a terceira esposa de Hussein Onyango Obama, avô paterno de Obama, que faleceu em 1975.

Apesar de não terem laços de sangue, Obama nunca escondeu que a considerava como sua avó e a visitou diversas vezes.

A modesta fazenda de Sarah se tornou uma atração turística com a eleição de Obama para a presidência dos Estados Unidos. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA