Cigarro eletrônico prejudica saúde de jovens, diz OMS

Organização recomenda sua proibição em locais públicos fechados

Fumo: Oms, divieto vendita sigaretta elettronica a minori (foto: EPA)
15:13, 27 AgoROMA ZSG

(ANSA) - Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), o cigarro eletrônico representa um "grave perigo para adolescentes e fetos".

   Segundo uma pesquisa feita Conferência das Partes (COP), apresentada em uma convenção sobre o tabaco, a exposição desses grupos à nicotina gera, a longo prazo, "consequências no desenvolvimento do cérebro".

    A OMS recomenda que a venda dos e-cigars, como também são chamados, seja proibida para menores de 18 anos e que, como o cigarro comum, esses dispositivos não sejam permitidos em locais públicos fechados. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA