Reino Unido aprova teste médico com exposição voluntária à Covid

Serão 90 pessoas que participarão de estudo controlado

Reino Unido é um dos países mais afetados do mundo na pandemia
Reino Unido é um dos países mais afetados do mundo na pandemia (foto: ANSA)
13:15, 17 FevSÃO PAULO ZGT

(ANSA) - O Reino Unido aprovou nesta quarta-feira (17) uma pesquisa médica em que os voluntários serão expostos ao coronavírus Sars-CoV-2 para verificar como a reação à doença ocorre no corpo humano. Segundo o governo, a ideia do "desafio humano" é "aumentar o entendimento de como o vírus afeta as pessoas".

Serão cerca de 90 voluntários, com idades entre 18 e 30 anos, que serão expostos em um ambiente "seguro e controlado", com monitoramento clínico 24 horas por dia. A faixa etária foi escolhida por não estar entre aquela que apresenta uma maior quantidade de casos graves ou óbitos.

Ainda conforme a nota do governo britânico, um pequeno grupo daqueles que estão nos testes poderão receber doses de vacinas que já provaram ser seguras nos testes clínicos para "ajudar a identificar as vacinas mais efetivas e acelerar seu desenvolvimento".

"O estudo inicial irá também ajudar os médicos a entenderem como o sistema imunológico reage ao coronavírus e identificar fatores que influenciam como o vírus é transmitido, incluindo como uma pessoa que foi infectada com a Covid-19 transmite as partículas infectadas por vírus no ambiente", ressalta o texto do governo.

O investimento público para o estudo foi de 33,6 milhões de libras esterlinas (cerca de R$ 250 milhões) e esse é o primeiro teste do tipo contra o Sars-CoV-2 realizado no mundo.

O Reino Unido é um dos países mais afetados pela crise sanitária, com mais de quatro milhões de casos confirmados de Covid-19 e 118,4 mil mortes. São ainda 15,5 milhões de pessoas que já receberam, ao menos, um das doses das duas vacinas usadas no país: a da Pfizer/BioNTech e a da Universidade de Oxford/AstraZeneca. (ANSA).

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA