Governo russo bloqueia rede social Linkedin no país

Rede social teria violado leis de armazenamento de dados

Governo russo bloqueia rede social Linkedin no país
Governo russo bloqueia rede social Linkedin no país (foto: ANSA)
16:52, 17 NovMOSCOU ZAR

(ANSA) - O órgão estatal regulador de comunicações da Rússia ordenou nesta quinta-feira (17) o bloqueio do Linkedin, após a Justiça ter dito que a rede social norte-americana violou leis de armazenamento de dados do país.

 

O site, que permite estabelecer contatos profissionais e procurar emprego, tem mais de 6 milhões de usuários na Rússia e é a primeira rede social a ser bloqueada pelas autoridades de Moscou. "O site Linkedin foi adicionado a um registro de infratores e submetido ao bloqueio por provedores de internet", escreveu o órgão em comunicado.
   

A legislação russa determina que os sites que armazenam dados pessoais de cidadãos do país o façam em servidores locais, o que o Linkedin não teria feito, segundo Moscou.

 

De acordo com o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a decisão é legal e o presidente Vladimir Putin não planeja intervir no caso. Ele afirmou também que o governo não está preocupado que o episódio alimente temores sobre censura na Rússia. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

Advertisement