FCA diz que não sabia o estado de saúde de Marchionne

14:36, 26 JulTURIM ZLR
(ANSA) - A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) informou nesta quinta-feira (26) que não sabia da gravidade do estado de saúde de seu ex-CEO Sergio Marchionne, morto na última quarta, aos 66 anos.
    "Na sexta-feira 20 de julho, a empresa foi informada pela família do doutor Marchionne, sem qualquer detalhe, sobre a séria deterioração de suas condições e que, por consequência, ele não seria capaz de voltar ao trabalho. A companhia prontamente assumiu e anunciou necessárias ações no dia seguinte", diz uma nota da FCA, comentando a notícia de que Marchionne estava doente havia um ano. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en
Advertisement