Bolsonaro quer idades de aposentadoria em 65 e 62 anos

Texto da Reforma da Previdência será apresentado semana que vem

Bolsonaro aceitou prazo de transição de 12 anos na Previdência
Bolsonaro aceitou prazo de transição de 12 anos na Previdência (foto: EPA)
17:57, 14 FevSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - O presidente Jair Bolsonaro definiu em 65 anos para homens e 62 para mulheres as idades mínimas de aposentadoria na Reforma da Previdência.

Em um breve pronunciamento à imprensa nesta quinta-feira (14), o secretário de Previdência Social, Rogério Marinho, informou que esses limites entrariam em vigor após o fim do período de transição, fixado em 12 anos. Ao longo desse prazo, as idades mínimas devem aumentar gradualmente.

Maiores detalhes sobre a reforma devem ser divulgados na semana que vem. "O presidente fez a distinção dos gêneros, ele acha que é importante que a mulher se aposente com menos tempo de contribuição que o homem", disse Marinho.

As idades mínimas definidas por Bolsonaro são maiores do que as que ele havia proposto durante uma entrevista ao SBT no início do ano: 62 anos para os homens e 57 para as mulheres.

Atualmente, é possível se aposentar com 35 (homens) e 30 anos (mulheres) de contribuição, ou com 65 (homens) e 60 anos (mulheres) de idade, desde que comprovados 15 anos de pagamentos ao INSS.

Para ser aprovada, a Reforma da Previdência precisará do apoio de dois terços da Câmara e do Senado, em votações em dois turnos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA