Bolsonaro volta a apoiar manifestação em Brasília

Ato ocorre em meio à pandemia do novo coronavírus

Ato ocorre em meio à pandemia do novo coronavírus
Ato ocorre em meio à pandemia do novo coronavírus (foto: EPA)
14:07, 03 MaiSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - O presidente Jair Bolsonaro acompanhou neste domingo (3) uma manifestação de apoiadores aglomerados em frente ao Palácio do Planalto, mais um ato contra o Supremo Tribunal Federal e o Congresso. Desta vez, o ex-ministro da Justiça Sergio Moro também foi alvo do protesto.

Em declaração transmitida em live no Facebook, Bolsonaro afirmou que não vai mais admitir interferência. "Nós queremos uma independência verdadeira dos Três Poderes", disse.

O presidente ressaltou querer "um governo sem interferência, que possa atrapalhar para o futuro do Brasil". "Acabou a paciência", acrescentou.

Bolsonaro ainda criticou os governadores por determinarem medidas de isolamento social no combate à pandemia do novo coronavírus.

A manifestação ocorre no momento em que o Brasil registra uma aceleração no número de vítimas e casos da Covid-19. Até o momento, o país tem mais de 6,7 mil mortes e 96 mil contaminações. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA