Bolsonaro nomeia subordinado de Ramagem para PF

Rolando Alexandre de Souza substitui Maurício Valeixo

Bolsonaro escolheu Rolando Alexandre de Souza para chefiar a Polícia Federal
Bolsonaro escolheu Rolando Alexandre de Souza para chefiar a Polícia Federal (foto: ANSA)
12:13, 04 MaiSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - O presidente Jair Bolsonaro nomeou o delegado Rolando Alexandre de Souza como novo diretor-geral da Polícia Federal nesta segunda-feira (4).

A nomeação está no Diário Oficial da União e chega após o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), ter bloqueado a indicação de Alexandre Ramagem, amigo dos filhos de Bolsonaro, para comandar a PF.

Rolando substitui Maurício Valeixo, cuja exoneração levou Sergio Moro a renunciar ao cargo de ministro da Justiça e da Segurança Pública. O novo diretor-geral da PF ocupava o posto de secretário de Planejamento e Gestão da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), chefiada por Ramagem.

O próprio Bolsonaro havia dito na semana passada que não desistira de colocar o amigo de seus filhos no comando da Polícia Federal. Moro saiu do Ministério da Justiça acusando o presidente de interferência política na PF e de querer usá-la como órgão de inteligência. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA