STF abre inquérito para apurar conduta de Pazuello em Manaus

Cidade enfrenta colapso de seu sistema de saúde

Eduardo Pazuello virou alvo de inquérito no STF
Eduardo Pazuello virou alvo de inquérito no STF (foto: Ansa)
09:48, 26 JanSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski atendeu ao pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) e abriu um inquérito para apurar a conduta do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em relação ao colapso da saúde pública em Manaus.

Na decisão, Lewandowski diz que o pedido feito pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, atende aos requisitos legais. O inquérito deverá ser concluído em 60 dias pela Polícia Federal.

"Assim, atendidos os pressupostos constitucionais, legais e regimentais, determino o encaminhamento destes autos à Polícia Federal para a instauração de inquérito, a ser concluído em 60 dias, conforme requerido pelo procurador-geral da República, ouvindo-se o ministro de Estado da Saúde", decidiu.

O pedido de inquérito foi feito após representações formuladas por partidos políticos, que relataram omissão do ministro e de seus auxiliares na crise sanitária em Manaus, que enfrenta um colapso de seu sistema de saúde devido à falta de oxigênio.

O próprio Pazuello admitiu que sabia sobre o risco de falta do gás nos hospitais do Amazonas desde 8 de janeiro. Dezenas de pessoas morreram sufocadas no estado devido à escassez de cilindros de oxigênio para auxiliar na respiração. (ANSA) (Com informações da Agência Brasil)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA