'Não vou deferir impeachment' contra Bolsonaro, diz Maia

Câmara dos Deputados já recebeu mais de 60 pedidos de impeachment
Câmara dos Deputados já recebeu mais de 60 pedidos de impeachment (foto: EPA)
17:24, 01 FevSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse, nesta segunda-feira (1º), que não vai dar continuidade a nenhum dos mais de 60 pedidos de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro.

"Não vou deferir impeachment", afirmou Maia à jornalista Andréia Sadi, da GloboNews.

A declaração foi dada um dia depois de o parlamentar participar de uma reunião tensa com representantes do partido Democratas e da esquerda e ameaçar a possibilidade de abrir o processo.

O aceno foi feito após a debandada de integrantes do DEM devido à candidatura de Baleia Rossi para comandar a Câmara dos Deputados. A saída do bloco teria reforçado ainda mais o favoritismo de Arthur Lira (PP-AL), candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro na disputa.

A votação para definir quem ocupará o cargo ocorre ainda nesta segunda-feira (1º).

Com a decisão de não deferir ações contra Bolsonaro, Maia deixará ao seu sucessor diversos pedidos de abertura de impeachment contra o mandatário. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA