João Doria é diagnosticado com Covid-19 pela 2ª vez

Governador de SP diz que está bem e disposto por causa da vacina

Governador de SP disse estar disposto e bem por causa da Coronavac
Governador de SP disse estar disposto e bem por causa da Coronavac (foto: EPA)
19:27, 15 JulSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - O governador de São Paulo, João Doria, confirmou nesta quinta-feira (15) que foi diagnosticado com o novo coronavírus Sars-CoV-2 pela segunda vez.

Em anúncio nas redes sociais, o político explicou que descobriu que estava infectado durante um exame de rotina, e que já cancelou os compromissos do dia.

"Hoje, por prevenção, fiz mais um teste de Covid e o resultado, infelizmente, foi positivo. Por orientação médica, cancelei imediatamente toda a agenda e vou trabalhar de casa, cumprindo os meus compromissos como governador, mas de forma virtual", escreveu no Twitter.

Doria ressaltou ainda que todos os demais compromissos presenciais serão conduzidos pelo vice-governador do estado, Rodrigo Garcia.

O governador de SP já foi imunizado com as duas doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan e pelo laboratório chinês Sinovac Biontech, e afirmou que "tem convicção" de que está se "sentindo muito bem e disposto" por causa do medicamento.

"Estou me sentindo muito bem, disposto e tenho convicção que estou sendo protegido contra o agravamento da doença pela vacina do Butantan, a qual já tomei as duas doses. Eu, como milhões de pessoas, fui protegido graças à vacina", acrescentou.

Por fim, Doria fez um novo alerta aos cidadãos para continuarem respeitando os protocolos sanitários mesmo depois de tomarem a vacina. "Todos estão suscetíveis a serem infectados e transmitir o vírus, mesmo vacinados. Não importa a vacina, elas evitam o agravamento da doença, não a infecção".

Além disso, ele disse que, para aqueles que ainda não foram vacinados, seu "caso também serve de exemplo, para demonstrar a importância da vacinação para evitar que a doença se agrave, levando à internação ou morte". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA