TSE investigará se atos com Bolsonaro em 7/9 foram financiados

Protesto a favor de Bolsonaro no feriado de 7 de setembro
Protesto a favor de Bolsonaro no feriado de 7 de setembro (foto: EPA)
19:42, 15 SetSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu investigar se os atos antidemocráticos de 7 de Setembro foram financiados por empresários ou políticos e se a mobilização configurou propaganda eleitoral antecipada.

A decisão foi tomada nesta quarta-feira (15) pelo corregedor-geral da Justiça Eleitoral, Luís Felipe Salomão, que quer descobrir se ocorreu pagamento de transporte e diárias para manifestantes e quem esteve por trás da organização da manifestação, que contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com relatos, essas novas apurações são consideradas o primeiro desdobramento relevante da investigação desde que as manifestações aconteceram no feriado.

O inquérito também irá analisar se ocorreu abuso de poder econômico e político, uso indevido dos meios de comunicação social, fraude, corrupção, além de condutas vedadas a agentes públicos e propaganda antecipada.

A investigação em questão analisa os ataques do mandatário ao sistema eleitoral brasileiro. Em live, Bolsonaro chegou a apontar que as eleições teriam sido fraudadas, sem apresentar quaisquer provas do suposto crime. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA