Bolsonaro promete visto humanitário a 'cristãos' do Afeganistão

Quase 100% da população afegã é muçulmana

Bolsonaro discursa na Assembleia-Geral da ONU
Bolsonaro discursa na Assembleia-Geral da ONU (foto: EPA)
12:09, 21 SetSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (21), em seu discurso na Assembleia-Geral das Nações Unidas, que seu governo vai conceder visto humanitário a "cristãos" do Afeganistão, país onde quase 100% da população é muçulmana.

Em um breve comentário sobre a retomada do poder pelo grupo fundamentalista Talibã, que não é mencionado nominalmente, Bolsonaro disse que "o futuro do Afeganistão causa profunda apreensão".

"Concederemos vistos humanitários para cristãos, mulheres, crianças e juízes afegãos", declarou o presidente na ONU.

O visto humanitário para afegãos já havia sido anunciado pelo governo federal no início de setembro, mas a portaria que trata da medida não faz menção a "cristãos".

O texto apenas afirma que será dada "especial atenção a solicitações de mulheres, crianças, idosos, pessoas com deficiência e seus grupos familiares". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA