Facebook desiste de censurar foto de vietnamita nua

Imagem de criança de nove anos virou símbolo da Guerra do Vietnã

Foto de Kim Phuc ficou famosa mundialmente
Foto de Kim Phuc ficou famosa mundialmente (foto: Ansa)
17:17, 09 SetSÃO PAULO ZAR

(ANSA) - O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, foi acusado de censura e "abuso de poder" após a rede social apagar uma publicação do escritor norueguês Tom Egeland que continha a fotografia mais icônica da guerra do Vietnã.

 

No post "censurado", Egeland falou de "sete fotos que mudaram a narrativa da guerra e, entre elas, estava a que foi tirada por Nick Ut, em 1972, durante a guerra do Vietnã. A imagem mostra Kim Phuc, uma criança de nove anos, fugindo completamente nua de um ataque de napalm.

 

De acordo com uma nota do Facebook, que tem regras muito rígidas sobre imagens pornográficas, sua política de nudez bloqueia "fotografias de pessoas que mostram os genitais ou que se foquem em nádegas completamente expostas".

 

Pouco depois, a rede social voltou atrás e divulgou um comunicado informando que abriria uma exceção para a histórica imagem."A imagem de uma criança nua normalmente violaria os nossos padrões, e em alguns países poderia ser considerada até pornográfica. Neste caso, reconhecemos a história e a importância global dessa imagem", diz a nota. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA