Justiça 'ameaça' tirar Facebook do ar por 24 horas

Rede social foi acusada de desobedecer legislação eleitoral

Justiça 'ameaça' tirar Facebook do ar por 24 horas
Justiça 'ameaça' tirar Facebook do ar por 24 horas (foto: ANSA)
15:23, 10 OutSÃO PAULO ZGT

(ANSA) - O juiz Renato Roberge, do Tribunal Reginal Eleitoral de Joinville, em Santa Catarina, ordenou que o Facebook fosse tirado do ar pela rede social por "desobediência da legislação eleitoral".

 

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) chegou a ser notificada pela Justiça. No entanto, a medida não deve afetar os usuários porque o Facebook informou que já retirou a página que causou a ação do ar.

 

O caso envolve uma página de sátira a um candidato à Prefeitura de Joinville. Os advogados de Udo Döhler (PMDB) entraram com uma ação contra a página "Hudo Caduco", alegando que há "diversas postagens que afetam sua honra e imagem, condutas essas que contrariam a legislação eleitoral".

 

Além de pedir a suspensão da página, o juiz ainda exigiu que o Facebook informe o ip ou qualquer informação que leva à "identificação do titular do perfil" e estipulou uma multa de R$ 30 mil à rede social.

 

Essa não é a primeira vez que o Facebook é alvo de ações judiciais, mas, normalmente, o afetado é o aplicativo de conversas WhatsApp. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA