Concorrente do GPS, ESA lança mais 4 satélites do 'Galileo'

Sistema deve entrar em funcionamento no ano que vem

ESA lança 4 satélites de uma vez para o sistema Galileo (foto: Divulgação/ESA)
13:15, 17 NovROMA ZGT

(ANSA) - A Agência Espacial Europeia (ESA) lançou nesta quinta-feira (17) mais quatro satélites que atuarão no sistema Galileo, um projeto concorrente ao Sistema de Posicionamento Global (mais conhecido como GPS).

 

Essa é a primeira vez que o foguete Ariane 5, que partiu da base europeia de Kourou, na Guiana Francesa, faz um lançamento recorde de quatro equipamentos de uma só vez. Mesmo já tendo lançado 88 satélites, é a primeira vez que uma operação mais complexa é realizada no local.

 

Para chegar ao Espaço, todo o procedimento deverá durar três horas e serão necessários cerca de 10 dias para que os quatro equipamentos orbitem na posição determinada pela ESA.

 

O Ariane 5 leva os satélites 15, 16, 17 e 18 da "constelação" de 24 satélites que farão parte do Galileo. Além disso, outros seis equipamentos "reservas" vão ser enviados ao espaço até 2020.

 

O projeto europeu de localização por satélite é realizado em parceria da ESA com a Comissão Europeia e conta com a participação de diversas empresas e entidades do bloco econômico. Da Itália, por exemplo, participa o grupo Finmeccanica-Leonardo, com as empresas Telespazio e Thales Alenia Space.

 

Com cunho estritamente civil, o Galileo deve rivalizar com o norte-americano GPS a partir do ano que vem, mas a data de início das operações ainda não foi anunciada. O sistema será tutelado pela Agência Europeia do Sistema de Navegação Global por Satélite (GSA, na sigla em inglês), e conta com o apoio dos centros de comando em Munique, na Alemanha, e em Redu, na Bélgica. (ANSA)

 

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA