Primeira viagem humana para órbita da Terra completa 60 anos

Iuri Gagarin tinha 27 anos quando exclamou que 'a Terra é azul'

Iuri Gagarin é celebrado em diversos eventos pela Rússia (foto: AFP)
14:40, 12 AbrMOSCOU ZGT

(ANSA) - Há 60 anos, no dia 12 de abril de 1961, a humanidade atingia um feito histórico, que revolucionou a exploração espacial. Naquele momento, o cosmonauta russo Iuri Gagarin, 27 anos, se tornava o primeiro ser humano a chegar à órbita do planeta Terra, dando uma volta completa nele e retornando em segurança.

A União Soviética manteve o plano em bastante sigilo, sendo revelado praticamente no dia do lançamento. Gagarin, que era major da Força Aérea na época da decolagem, entrou em uma cápsula de 2,3 metros e fez um voo de 1h48 minutos.

Na transmissão por rádio, o russo soltou a famosa frase "Lá vamos nós!", que se tornou quase padrão nos lançamentos, e disse ainda que "a Terra é azul". Apesar do sucesso, há pouco tempo, foi revelado que alguns erros cometidos poderiam ter matado o cosmonauta, mas as falhas foram contornadas com sucesso.

Gagarin era um fundidor e operário metalúrgico que se tornou um piloto militar. Por conta de suas habilidades e raciocínio rápido, foi o escolhido para a perigosa e inédita missão.

O feito extraordinário para a época provocou tanta comoção entre os russos que se tornou um feriado oficial: o Dia do Cosmonauta, celebrado desde 1962.

A viagem de Gagarin acirrou ainda mais a corrida espacial com os Estados Unidos, que mandaram o seu primeiro homem para a órbita nem um mês depois da URSS e foi o impulso para acelerar a primeira viagem tripulada à Lua dos Estados Unidos, que ocorreu em 27 de março de 1968.

Para celebrar a data em 2021, a cidade de Veliky Novgorod lançou na noite deste domingo (11) 500 drones que recriaram as imagens do lançamento da cápsula espacial. Além da localidade, eventos especiais foram registrados em todo o país, com uma comemoração em Moscou que contou com a presença do presidente Vladimir Putin.

Também nesta segunda-feira, como forma de homenagear Gagarin, dois cosmonautas russos - Oleg Novitsky e Piotr Doubrov - e o norte-americano Mark Vande Hei partiram com a nave Soyuz, batizada com o nome o russo nesse lançamento, em direção à Estação Espacial Internacional (ISS). O lançamento é da mesma base usada em 1961, em Baikonur, no Cazaquistão, mas de um ponto de decolagem mais moderno. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA