TIM ativa 5G em 100% dos bairros de São Paulo

Cobertura atinge 91% da população paulistana

Passageiros no saguão do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, que ganhou acesso ao 5G nesta quinta (4)
Passageiros no saguão do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, que ganhou acesso ao 5G nesta quinta (4) (foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press)
15:42, 04 AgoSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - A TIM Brasil ativou nesta quinta-feira (4) sua rede 5G em todos os bairros de São Paulo, cobrindo 91% da população paulistana.

A cobertura na cidade mais populosa do país conta com 1.150 antenas, das quais mais de 850 já estão em funcionamento, número que deve passar para mais de mil até o fim de agosto.

"Colocar a cobertura é o primeiro passo. O segundo elemento é deixar isso bem claro para os nossos consumidores. A partir de hoje, estamos com um plano de comunicação em pontos críticos da cidade para deixar claro que 100% dos bairros estão cobertos", disse o CEO da TIM Brasil, Alberto Griselli.

Os usuários com celulares habilitados para o 5G já têm acesso imediato à rede de quinta geração standalone (que não usa uma tecnologia anterior para funcionar), sem necessidade de troca de chip, mas esse número ainda é pequeno.

De acordo com a TIM Brasil, a penetração de aparelhos 5G no mercado gira entre 4% e 5% do total, número que é um pouco maior em São Paulo, porém a cifra deve crescer rapidamente. Nas lojas da operadora, 75% dos aparelhos já são compatíveis com a quinta geração, e 40% das vendas são de smartphones habilitados para a nova rede.

"Se a gente tem cobertura, a hipótese é que o cliente vai ter cada vez mais interesse em ter o serviço 5G. Então ele vai investir em um aparelho novo, um aparelho 5G, vai usar a cobertura 5G, e a gente cria esse ciclo virtuoso, acelerando a migração para essa nova tecnologia", reforçou Leonardo Capdeville, chief technology information officer da TIM.

O executivo disse que o 4G levou cerca de quatro anos e meio para se tornar majoritário na rede da operadora, mas, para o 5G, esse prazo deve cair para três anos.

Desde julho, a empresa já ativou comercialmente o 5G em Brasília, Belo Horizonte, João Pessoa e Porto Alegre, seguindo o cronograma estabelecido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Com velocidades de navegação que podem alcançar a ordem dos Gbps, até 100 vezes mais que 4G, o 5G deve impactar principalmente o mercado corporativo, viabilizando a chamada Indústria 4.0 e soluções relacionadas à Internet das Coisas.

"Muito provavelmente, a gente está inaugurando a era pós-smartphone, onde o smartphone é só mais um ponto de conexão, mas os pontos de conexão serão múltiplos no futuro", afirmou Paulo Esperandio, chief marketing officer da TIM. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA