Renault quer reabrir negociações para fusão com FCA

Proposta foi retirada por indecisão do governo da França

Fábrica da FCA em Turim, na Itália
Fábrica da FCA em Turim, na Itália (foto: ANSA)
10:30, 26 JulMILÃO ZLR

(ANSA) - O CEO da Renault, Thierry Bolloré, afirmou nesta sexta-feira (26) que gostaria de retomar as negociações para uma fusão com a Fiat Chrysler Automobiles (FCA).

O grupo ítalo-americano fez uma oferta à montadora no fim de maio, mas decidiu retirar a proposta após a França, que detém 15% da Renault, hesitar em aprovar o acordo. Segundo a empresa francesa, o governo queria garantir o consentimento da Nissan, que também tem 15% das ações.

Em entrevista à Bloomberg, Bolloré disse que compartilha com o presidente da Renault, Jean-Dominique Senard, o "mesmo sonho" de retomar as tratativas com a FCA. "Os fundamentos para essa operação existem", garantiu.

No início de junho, o governo francês também já havia dito que não excluía a hipótese de reabrir as negociações. A proposta da Fiat Chrysler previa que a empresa resultante da fusão fosse dividida igualmente entre as duas partes e que as ações fossem cotadas em Milão, Nova York e Paris.

A oferta, no entanto, não incluía a Nissan, que forma uma aliança automotiva com a Renault e a Mitsubishi. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en