TIM assina acordo para compra de ativos móveis da Oi

Operação também envolve a Claro e a Vivo

Operadora Oi está em recuperação judicial
Operadora Oi está em recuperação judicial (foto: EPA)
09:53, 29 JanMILÃO ZLR

(ANSA) - A TIM Brasil assinou o acordo de aquisição dos ativos móveis da Oi em conjunto com a Claro e a Vivo.

A operação ainda depende da aprovação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que recebeu uma objeção da Algar.

A operadora questiona a estrutura da venda, com lotes muito grandes que não teriam permitido a participação de empresas menores na disputa.

A única oferta apresentada oficialmente foi a do consórcio formado por TIM, Vivo e Claro, de R$ 16,5 bilhões. A parte da TIM será de R$ 7,3 bilhões por 40% da base de clientes móveis da Oi.

Em um encontro virtual com jornalistas em dezembro, o CFO da TIM Brasil, Adrian Calaza, disse esperar que a operação seja concluída até o fim de 2021. A negociação ocorreu como parte do plano de recuperação judicial da Oi, iniciado em 2016. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA