TIM e Kroton fecham parceria em empresa de ensino pelo celular

Objetivo é democratizar o acesso ao ensino para população

TIM e Kroton fecharam uma parceria para o setor de educação
TIM e Kroton fecharam uma parceria para o setor de educação (foto: ANSA)
19:27, 08 JulSÃO PAULO ZGT

(ANSA) - A TIM Brasil e a Kroton anunciaram uma parceria inédita que terá como foco a oferta de cursos 100% digitais (Ensino à Distância - EaD). O objetivo é ampliar o acesso à educação para toda a população brasileira, incentivando a democratização do ensino e apoiando o país a aumentar sua taxa de empregabilidade.

São mais de 400 opções de cursos livres e mais de 250 de graduação e pós-graduação ligadas a profissões do futuro, no formato de EaD, 100% digitais, que oferecem flexibilidade para o usuário.

Em nota, a TIM informa que se alia ao principal grupo de Educação do Brasil para oferecer novos serviços além de telecom para os seus mais de 50 milhões de usuários. Para a operadora, a parceria se encaixa na sua estratégia de transformação digital, por meio de acordos que criem valor para sua plataforma de clientes e gerem novas receitas para a companhia.

Com nota máxima no MEC, a Ampli é um produto 100% digital criado pela Kroton e desenvolvido para ser usado no celular, consumindo o mínimo de dados e memória do aparelho.

Por meio de um mecanismo de remuneração baseado em objetivos, a TIM poderá se tornar acionista minoritária com até 30% da nova empresa, de acordo com as captações de alunos que realizar.

"À medida que avançávamos na nossa jornada de transformação digital, sabíamos que para alcançarmos a nossa missão de levar a muitos brasileiros a transformação que é acessível a poucos, precisávamos ir além para criar algo capaz de disruptar o mercado de educação digital", destaca o CEO da Kroton, Roberto Valério.

Valério pontua que "com essa parceria, damos um importante passo na consolidação do nosso propósito, dando acesso à educação de qualidade, por meio da alta penetração de celulares na população brasileira, independentemente da localização e com custo acessível".

Por sua vez, o CEO da TIM Brasil, Pietro Labriola, ressaltou que "a educação é mais do que um compromisso social para a TIM".

"Este é um dos nossos pilares, estruturados nas políticas ESG. Nosso principal objetivo é ajudar na democratização do ensino superior no Brasil via tecnologia, apoiada na maior rede 4G do Brasil. Queremos ajudar o País a resolver um dos seus problemas crônicos e aumentar a taxa de empregabilidade da população, atuando em prol da transformação digital da sociedade", concluiu Labriola. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA