TIM arremata mais lotes do leilão do 5G da Anatel

Sessão foi encerrada nesta sexta-feira (5) após dois dias

Leilão do 5G ocorreu nesta quinta e sexta-feira
Leilão do 5G ocorreu nesta quinta e sexta-feira (foto: José Cruz/Agência Brasil)
13:14, 05 NovSÃO PAULO ZGT

(ANSA) - Após arrematar um dos lotes mais importantes do leilão do 5G da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) na quinta-feira (4), a TIM Brasil adquiriu mais 10 lotes na sessão, encerrada nesta sexta-feira (5).

Além do lote nacional B3 de 3,5 GHz nacional, considerado o mais importante, a empresa arrematou lotes regionais na faixa de 2,3 GHz de menor espectro para operar na região Sul e nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

A TIM também adquiriu um lote nacional, com outorga de 10 anos, na faixa de 26 GHz; os de outorga de 20 anos foram arrematados pela Claro e Vivo.

Na mesma faixa, a empresa ainda adquiriu lotes regionais: região Sul e Sudeste por 20 anos, e a mesma área, mas com outorga de 10 anos. A diferença entre as duas é que na última há a contrapartida de levar internet para as escolas dessas regiões.

Ao todo, o leilão disponibilizava quatro faixas de frequência: 700 MHz (usada para distribuir 5G e 4G); 2,3 GHz (também para 5G e 4G); 3,5 GHz (para 5G) e a 26 GHz (5G para banda larga fixa).

Essas faixas são como se fossem "avenidas" no ar por onde ocorre a transmissão dos dados.

O ministro das Comunicações, Fabio Faria, comemorou o resultado positivo do leilão, que rendeu R$ 46,79 bilhões e ressaltou que a maior parte do dinheiro "irá para investimentos" em todo o país. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA