Acidente de Bianchi será investigado por comissão da FIA

Fittipaldi, Domenicali e Ross Brawn ajudarão nas análises

Acidente de Bianchi será investigado por comissão especial (foto: ANSA)
10:29, 22 OutSÃO PAULO ZGT

(ANSA) - A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou a criação de uma comissão especial para investigar o acidente do piloto da Marussia, Jules Bianchi. Segundo nota divulgada pela entidade, o grupo "fará uma revisão completa do acidente para obter um entendimento melhor do que aconteceu e sugerir novas medidas para reforçar a segurança dos circuitos".

 

A equipe será liderada por Peter Wright, presidente da Comissão de Segurança da FIA. Entre os principais nomes do grupo estão o ex-diretor técnico da Ferrari Stefano Domenicali, o ex-diretor técnico da Mercedes e da Ferrari Ross Brawn, o ex-piloto e presidente da Comissão dos Pilotos Emerson Fittipaldi e o presidente da GPDA (associação de pilotos) Alexander Würz.

 

Além deles, a comissão terá a presença do chefe dos comissários de pista, Gerd Ennser, o diretor de provas de Endurence (WEC), Eduardo de Freitas, o presidente da comissão dos circuitos, Antonio Rigozzi, o presidente da Comissão Médica, Gérard Saillant, e o juiz da Corte de Apelo, Antonio Rigozzi.

 

Os resultados da análise serão apresentados durante a reunião do Conselho Mundial da entidade, que ocorre no dia 3 de dezembro, em Doha, no Catar.

 

Bianchi, que sofreu um forte acidente durante o Grande Prêmio do Japão, no dia 5 de outubro, continua internado em um hospital do país. Os médicos detectaram uma lesão axonal difusa, que pode fazer com que o piloto fique em estado vegetativo permanentemente. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA