Organizadores descartam cancelar GP da Itália

Corrida em Monza deverá acontecer com portões fechados

Segundo Angelo Damiani, a chance da prova ser cancelada ou adiada 'não existe'
Segundo Angelo Damiani, a chance da prova ser cancelada ou adiada 'não existe' (foto: ANSA)
12:48, 28 AbrROMA ZRS

(ANSA) - O presidente do Automóvel Clube da Itália (ACI), Angelo Sticchi Damiani, excluiu nesta terça-feira (28) a possibilidade do Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1, em Monza, não ser disputado em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

De acordo com Damiani, a chance da prova italiana ser cancelada ou adiada "não existe". O dirigente ainda confirmou que está conversando sobre a situação com a Liberty Media, empresa proprietária da F1.

"Uma notícia que não existe, posso excluir sua validade. Estamos lidando diariamente com a Liberty Media e posso dizer que o GP de Monza provavelmente será disputado com portões fechados", disse Damiani em entrevista ao jornal alemão "Bild".

A prova em Monza está prevista para acontecer entre os dias 4 e 6 de setembro.

Ontem (27), o GP da França foi cancelado por conta da emergência da Covid-19. A categoria, por sua vez, vem estudando iniciar a temporada de 2020 em julho, na Áustria, entre os dias 3 e 5.

O calendário da F1 sofreu muitas alterações em decorrência da pandemia. Os GPs da Austrália, Mônaco e França foram cancelados, já as provas do Bahrein, Vietnã, China, Holanda, Canadá, Espanha e Azerbaijão estão adiadas.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA