Ferrari homenageia Ayrton Senna 26 anos após sua morte

Ex-piloto sofreu acidente fatal em 1º de maio de 1994 na Itália

Ex-piloto sofreu acidente fatal em 1º de maio de 1994 na Itália
Ex-piloto sofreu acidente fatal em 1º de maio de 1994 na Itália (foto: ANSA)
17:12, 01 MaiROMA ZCC

(ANSA) - Há exatos 26 anos da morte do ex-piloto brasileiro Ayrton Senna, a Ferrari publicou nesta sexta-feira (1º), em suas redes sociais, uma série de homenagens ao tricampeão mundial de Fórmula 1.

"Um de nossos maiores rivais. Hoje nos unimos para relembrar a lenda que foi Ayrton Senna", escreveu a escuderia italiana, em uma postagem acompanhada de uma imagem de um dos ídolos mundiais.

Além da mensagem, a Ferrari também compartilhou declarações dos atuais defensores da equipe, como o piloto alemão Sebastian Vettel, quatro vezes campeão mundial.

"Quando era criança, assistia Fórmula 1 com meu pai. A primeira corrida que me lembro foi quando Senna ganhou no Brasil, em 1991", recordou o alemão, sobre o momento em que o brasileiro venceu o Grande Prêmio no Autódromo de Interlagos.

Já o monegasco Charles Leclerc, nascido depois da morte de Senna, em 1997, confirmou que seu legado ainda permanece vivo. "Meu pai era um fã de Ayrton e, quando conforme fui crescendo, também se transformou em um herói para mim", disse.

Ayrton Senna é considerado por muitos o melhor piloto de todos os tempos. Sua genialidade dentro de um carro de F1 marcou uma geração. O que ninguém previa era que um trágico acidente no circuito de Ímola, na Itália, interromperia sua brilhante carreira.

No dia 1º de maio de 1994, durante o Grande Prêmio de San Marino, Senna perdeu o controle de sua Williams na curva Tamburello e bateu violentamente contra o muro de concreto. O acidente comoveu os espectadores, e a despedida do polêmico e carismático piloto brasileiro foi acompanhada pela televisão por milhões de pessoas. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA