Leclerc volta a dirigir carro de 2020 da Ferrari em Maranello

Piloto monegasco andou pelas ruas da cidade italiana

O piloto monegasco ficou 110 dias longe do monoposto de 2020 da Ferrari
O piloto monegasco ficou 110 dias longe do monoposto de 2020 da Ferrari (foto: Divulgação/Ferrari)
08:34, 18 JunROMA ZRS

(ANSA) - O piloto Charles Leclerc, da Ferrari, voltou a pilotar nesta quinta-feira (18) o SF1000. Após 110 dias longe do monoposto da escuderia italiana, o monegasco assumiu novamente o volante do carro e andou pelas ruas da cidade de Maranello.

As imagens divulgadas pela Ferrari mostram Leclerc deixando o portão da sede da fábrica e indo para rua. O retorno do piloto ao SF1000 foi parte de uma atividade promocional da equipe italiana.

"Não sou uma pessoa que gosta de sair da cama de manhã, mas desta vez houve um bom motivo. Talvez tenhamos acordado alguém, mas foi ótimo dirigir o SF1000 nas ruas de Maranello. Foi uma grande emoção poder voltar ao carro hoje, o cockpit me fez sentir em casa novamente. Parecia uma maneira agradável e divertida de dizer que estamos prontos para voltar aos trilhos. Agora, mal posso esperar para poder dirigir o SF1000 na Áustria", disse Leclerc logo após a demonstração.

Antes do Grande Prêmio da Áustria, que marcará o início da temporada de 2020 da Fórmula 1, Leclerc e seu companheiro de equipe, Sebastian Vettel, voltarão para as pistas em um teste que será realizado em Fiorano, na Itália. No entanto, os dois pilotos vão dirigir SF71H de 2018. O GP austríaco está agendado para o dia 5 de julho.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA