Neblina causa cancelamento dos treinos livres para GP de Eifel

O alemão Mick Schumacher perdeu a chance de estrear na Fórmula 1

Neblina impediu que o hospital médico decolasse
Neblina impediu que o hospital médico decolasse (foto: EPA)
09:47, 10 OutROMA ZRS

(ANSA) - Os treinos livres para o Grande Prêmio de Eifel, na Alemanha, foram cancelados nesta sexta-feira (9) em decorrência da forte neblina que atingiu a região do circuito de Nürburgring.

A direção de prova precisou cancelar as práticas em decorrência da impossibilidade do helicóptero médico decolar por conta da neblina.

O hospital mais próximo do circuito que atende aos requisitos da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) se localiza a cerca de 54 quilômetros de Nürburgring.

As ruins condições climáticas já eram aguardadas. Apesar da chuva não ter caído com tanta força no horário dos treinos, a neblina atrapalhou a realização das duas sessão. A direção até que esperou o tempo melhorar, mas a situação só foi piorando cada vez mais.

A decisão de não deixar os monopostos irem para a pista cortou a expectativa da estreia do piloto Mick Schumacher, filho do heptacampeão mundial Michael Schumacher, na Fórmula 1. Ele, que iria guiar um carro da Alfa Romeo no primeiro treino, mostrou uma certa frustração ao receber a notícia do cancelamento.

De acordo com a previsão do tempo, o clima deverá estar melhor para o terceiro treino livre e a qualificação, agendados para este sábado (10). A tendência é de que os pilotos possam dirigir sem chuva ou neblina. No entanto, o domingo (11) poderá ter condições meteorológicas semelhantes com o desta sexta-feira.

O circuito de Nürburgring recebe uma etapa da Fórmula 1 pela primeira desde 2013. O último vencedor da prova foi o alemão Sebastian Vettel, quando ainda corria pela Red Bull Racing.
    (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA