Piloto Lance Stroll revela que testou positivo para Covid-19

Canadense, que já está recuperado, não disputou o GP de Eifel

Por conta da Covid, Stroll ficou de fora do GP de Eifel
Por conta da Covid, Stroll ficou de fora do GP de Eifel (foto: EPA)
11:45, 21 OutROMA ZRS

(ANSA) - O piloto Lance Stroll, da Racing Point, revelou nesta quarta-feira (21) que perdeu o Grande Prêmio de Eifel de Fórmula 1, na Alemanha, por ter testado positivo para o novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Na ocasião, o canadense foi substituído pelo alemão Nico Hulkenberg, que nesta temporada já correu no lugar do mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, quando ele contraiu a doença.

Stroll, que é filho do dono da equipe, Lawrence Stroll, afirmou que ficou 10 dias em quarentena e já testou negativo para o coronavírus Sars-CoV-2. Com isso, o piloto foi liberado e disputará o GP de Portugal, em Portimão.

 "Eu só quero informar a todos que recentemente testei positivo para o novo coronavírus após o GP de Eifel. Estou me sentindo 100% e já testei negativo. No sábado, me senti bem e estava com dor de estômago. Segui as medidas da FIA e me isolei no motorhome, e não voltei ao paddock. Não estava me sentindo bem para correr, então voltei para casa. Como ainda me sentia indisposto, fiz um teste da Covid. Os resultados foram positivos, então fiquei em casa isolado por 10 dias. Por sorte, meus sintomas foram bem leves. Na segunda-feira, meus resultados foram negativos. Me sinto em ótima forma e mal posso esperar para voltar", escreveu Stroll.

Stroll é o nono posicionado da classificação geral da atual edição da F1, com 57 pontos conquistados. Sua melhor colocação foi um terceiro lugar no GP da Itália, em Monza. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA