Hamilton dá show, vence GP de São Paulo e repete Senna

Britânico segue vivo na luta pelo título

Hamilton com bandeira do Brasil no pódio do GP de São Paulo
Hamilton com bandeira do Brasil no pódio do GP de São Paulo (foto: Twitter/@F1)
16:14, 14 NovSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - Em uma das grandes exibições de sua carreira, o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu neste domingo (14) o Grande Prêmio de São Paulo de F1 e levou a torcida à loucura ao desfilar pela pista de Interlagos com a bandeira do Brasil, remetendo à imagem do ídolo nacional Ayrton Senna.

A vitória coroa um fim de semana brilhante do heptacampeão, que superou duas punições que totalizaram 25 posições para chegar na frente e reduzir a vantagem de Max Verstappen, que terminou em segundo, na liderança de campeonato.

Hamilton havia feito o melhor tempo no treino de sexta-feira (12), foi desclassificado e largou em último na corrida de classificação, no sábado (13), porém ultrapassou 15 carros em 24 voltas e terminou em quinto.

No entanto, com uma punição de cinco posições por troca de motor, largou neste domingo em 10º lugar e teve de fazer uma corrida de recuperação para garantir a vitória. Antes da 20ª volta, Hamilton já estava em segundo, à caça de Verstappen.

Os dois protagonistas da temporada duelaram roda com roda em alguns momentos e chegaram a sair da pista em uma tentativa de ultrapassagem do britânico. Hamilton, contudo, só conseguiu tomar a liderança na 59ª volta, e depois só teve de administrar.

Após cruzar a linha de chegada, pegou uma bandeira do Brasil com os fiscais e a hasteou para a torcida enquanto voltava para o pit lane, enlouquecendo a torcida em Interlagos.

"Estou muito grato por esse apoio incrível que tive neste fim de semana. Não tinha tanto apoio desde Silverstone", afirmou Hamilton após a prova. O britânico ainda levou a bandeira brasileira para o pódio.

Seu companheiro de Mercedes, Valtteri Bottas, ficou em terceiro, seguido por Sergio Pérez (Red Bull), Charles Leclerc (Ferrari), Carlos Sainz (Ferrari), Pierre Gasly (AlphaTauri), Esteban Ocon (Alpine), Fernando Alonso (Alpine) e Lando Norris (McLaren).

A vitória de Hamilton reduziu de 21 para 14 pontos a vantagem de Verstappen na liderança do campeonato, faltando apenas três corridas para o fim. A próxima etapa será no domingo que vem (21), no Catar, enquanto as duas últimas serão na Arábia Saudita, em 5 de dezembro, e em Abu Dhabi, no dia 12. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA