Nike e Adidas travam disputa por liderança no futebol

Empresas acirraram briga pela primeira posição nesse mercado

Nike e Adidas podem
Nike e Adidas podem "se enfrentar" na final do Mundial, em uma eventual partida entre Brasil e Argentina (foto: ANSA)
16:21, 27 JunNOVA YORK ZLR

(ANSA) - Nike e Adidas, protagonistas indiscutíveis nos uniformes das seleções da Copa do Mundo de 2014, travam uma batalha cada vez mais dura pela liderança no mercado do futebol. Segundo o jornal Financial Times, as vendas de produtos da companhia norte-americana ligados ao esporte mais amado do planeta deram um salto de 21% no seu último exercício fiscal, chegando a US$ 2,3 bilhões.
    De acordo com o periódico, esse número deve-se à quantidade cada vez maior de jogadores e equipes de alto nível que são patrocinados pela marca. Por outro lado, o grupo alemão espera atingir vendas de 2 bilhões de euros (US$ 2,7 bilhões) em 2014 no futebol, acirrando a disputa pelo primeiro lugar nesse segmento.
    E o desempenho das duas empresas no Mundial pode ser um fator essencial nessa briga. Mas ao menos até aqui o confronto está empatado. Das 16 seleções que se classificaram para as oitavas de final, cinco carregam o símbolo da Nike: Brasil, Estados Unidos, França, Grécia e Holanda. Já a Adidas também veste cinco times: Alemanha, Argentina, Colômbia, México e Nigéria. Ainda há outras quatro equipes patrocinadas pela Puma (Argélia, Chile, Suíça e Uruguai), uma pela Lotto (Costa Rica) e outra pela Burrda Sport (Bélgica).
    Além disso, cada uma das gigantes esportivas conta com um aliado de peso. De um lado, os norte-americanos são parceiros da grande estrela brasileira, Neymar. Do outro, a empresa alemã patrocina um dos maiores jogadores de todos os tempos e principal craque argentino, Lionel Messi. E ambos podem se enfrentar na final da Copa, o que seria uma disputa nos gramados e no mundo dos negócios. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA