Maradona reclama da arbitragem e ameaça deixar Dorados

Argentino alegou que possui uma perseguição contra ele no México

Maradona reclama da arbitragem e ameaça deixar Dorados
Maradona reclama da arbitragem e ameaça deixar Dorados (foto: ANSA)
14:56, 06 AbrSÃO PAULO ZRS

(ANSA) - O astro argentino Diego Maradona, técnico do Dorados de Sinaloa, ameaçou nesta sexta-feira (5) deixar o cargo no clube após um suposto erro de arbitragem que prejudicou sua equipe no duelo contra o Venados, pela segunda divisão do Campeonato Mexicano.

Na partida, Maradona ficou furioso após o árbitro Juan Esquivel não ter marcado um pênalti a favor do Dorados de Sinaloa.

Segundo o argentino, há uma campanha contra ele e por isso pretende deixar o clube ao fim da atual temporada.

"Vou falar com o presidente, houve um pênalti muito claro sobre Escoto [jogador do Dorados]. Sabe por que não marcaram? Porque vocês, amanhã, vão dizer que marcam só porque era o time do Maradona. Então estou fazendo um mal ao Dorados, por isso vou embora", disse o treinador de 58 anos.

O time de Maradona saiu na frente do placar com um gol de Amaury Escoto, no entanto, aos 84 minutos, o atacante Esteban Torres empatou para o Venados.

O Dorados de Sinaloa ocupa a terceira colocação da segunda divisão do Campeonato Mexicano, com 19 pontos. O clube da cidade de Culiacán enfrentará na próxima rodada o líder da competição, o Atlético San Luis.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA