Juventus contrata zagueiro De Ligt por 75 milhões de euros

Valor pago faz do holandês o 3º defensor mais caro da história

Juventus contrata zagueiro De Ligt por 75 milhões de euros (foto: ANSA)
10:43, 18 JulROMA ZCC

(ANSA) - A Juventus anunciou nesta quinta-feira (18) a contratação do zagueiro holandês Matthijs de Ligt, ex-capitão do Ajax, em uma negociação avaliada em 75 milhões de euros, o terceiro valor mais alto já pago a um defensor.

Com apenas 19 anos, o jogador assinou um contrato válido até 30 de junho de 2024. Ontem (17), ele já havia realizado exames médicos em Turim.

Com 10,5 milhões de euros em bonificação, a transferência de Ligt também é a terceira maior da história da Velha Senhora, ficando atrás apenas do craque português Cristiano Ronaldo (€105 milhões) e do argentino Gonzalo Higuaín (€90 milhões).

O valor, no entanto, não supera o das contratações do também zagueiro holandês Virgil van Dijk, em 2014, feita pelo Liverpool por 84 milhões de euros quando atuava no Southampton, e do defensor Lucas Hernández - que foi comprado do Atlético de Madrid pelo Bayern de Munique por 80 milhões de euros.

Em comunicado, a Juve ressaltou as qualidades do atleta."Maestria técnica, superpotência física, visão de jogo, gestão e interpretação da dinâmica ofensiva, propensão a marcar gols, principalmente de cabeça: Matthijs de Ligt é uma síntese perfeita do zagueiro moderno".

Apesar da pouca idade, De Ligt comandava o Ajax e é titular absoluto na defesa da seleção holandesa. O atleta foi um dos principais jogadores da equipe de Amsterdã na última temporada.

"Deixar o Ajax para a Juventus foi uma escolha difícil depois de ter jogado por 10 anos no time juvenil e 3 no time principal, mas eu me apaixonei por como eles defendem os italianos", disse De Ligt.

O zagueiro ressaltou que sempre foi "fascinado pelos defensores italianos, como Baresi e Cannavaro. "No Ajax experimentei momentos maravilhosos e muitos ruins, mas na vida há sempre um momento em que devemos nos despedir. Sentirei falta de todos, mas ninguém sabe o que o futuro pode reservar", finalizou. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA