AFA divulga campanha pedindo para argentinos ficarem em casa

Vídeo cita os principais títulos da história do futebol do país

Vídeo possui imagens da final da Copa de 86 e cita diversos ídolos do futebol argentino
Vídeo possui imagens da final da Copa de 86 e cita diversos ídolos do futebol argentino (foto: EPA)
14:38, 30 MarROMA ZRS

(ANSA) - Com imagens da final da Copa do Mundo de 1986 e citando ídolos, a Associação Argentina de Futebol (AFA) divulgou neste domingo (29) um vídeo para sensibilizar a população do país sobre a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Na campanha, a AFA pede para que os argentinos permaneçam unidos durante a emergência da Covid-19 e que não saiam de casa. O vídeo faz uma série de paralelos entre os grandes títulos já conquistados pela seleção do país.

O vídeo começa afirmando que "ninguém sai campeão sozinho" e relembrou as conquistas das Copas do Mundo de 1986 e 1978. A AFA mencionou, por exemplo, que Diego Maradona só conseguiu levantar a taça do Mundial do México por conta do gol de Jorge Burruchaga na decisão contra a Alemanha.

A campanha ainda cita que a batalha contra o coronavírus é o "jogo mais difícil da história" e pediu para que a população ouçam os capitães (governantes). A AFA também disse para os argentinos não deixarem suas residências, além de pedir para que não fiquem em impedimento. A federação ainda lembra para as pessoas tomarem cuidado com as mãos, fazendo alusão ao gol de mão de Maradona nas quartas de final da Copa de 86 contra a Inglaterra.

No final, os argentinos são questionados se "não dariam as duas copas para ganhar essa", que é a batalha contra a Covid-19.

Em um discurso nesta segunda-feira (30), o presidente da Argentina, Alberto Fernández, ampliou o confinamento da população até o dia 12 de abril. De acordo com as autoridades locais de saúde, o país contabiliza 820 contaminados e 20 mortes.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA