Torcida da Juve celebra título respeitando regras anti-Covid

Cerca de 30 torcedores marcaram presença na Piazza San Carlo

Torcedores celebraram o título na Piazza San Carlo, em Turim (foto: ANSA)
11:07, 27 JulTURIM ZRS

(ANSA) - A Juventus conquistou neste domingo (26) seu nono título seguido na Série A da Itália, mas, ao contrário do que aconteceu em outras ligas europeias, a torcida respeitou as medidas contra o novo coronavírus na hora de comemorar. A Piazza San Carlo, no centro de Turim, palco tradicional das festas dos juventinos, recebeu apenas um pequeno grupo de torcedores após a partida.

Embora a prefeita de Turim, Chiara Appendino, não tenha imposto nenhuma proibição às celebrações do título, cerca de 30 torcedores do time bianconero se reuniram na praça após o apito final da partida entre Juventus e Sampdoria. O grupo comemorou o eneacampeonato da Velha Senhora respeitando as medidas de distanciamento contra o novo coronavírus.

Entre os protagonistas do título da Juventus, o capitão da equipe, Leonardo Bonucci, homenageou os torcedores do clube que morreram em decorrência da Covid-19.

"Foi um novo caminho e encontramos muitas dificuldades. Essa foi a temporada mais bonita, porque queríamos, sofremos e trouxemos tudo o que tínhamos para dar satisfação para a torcida e àqueles que, nos últimos meses, nos cumprimentaram e nos aplaudiram lá de cima", disse Bonucci em entrevista à emissora "Sky Sport".

O craque português Cristiano Ronaldo afirmou que é um "prazer" seguir "construindo a história" da Juventus. O camisa 7 da Velha Senhora também dedicou o título aos torcedores afetados pela pandemia do novo coronavírus.

"Aqui estamos! Campeões da Itália! Prazer pelo segundo campeonato consecutivo e continuar construindo a história deste grande e esplêndido clube. Este título é dedicado a todos os torcedores da Juventus, em particular àqueles que sofreram e estão sofrendo com a pandemia que nos pegou de surpresa. Não foi fácil!", comentou o atacante nas redes sociais.

Já o técnico Maurizio Sarri, descreveu que o título da Juventus teve um "sabor forte e particular".

"Foi um Scudetto com um sabor forte e particular: vencer é difícil, e continuar a vencendo se torna cada vez mais complicado. Quando você dá algo como garantido no esporte, é uma das maiores mentiras do mundo. Foi um campeonato muito difícil, muito cansativo. Ter vencido com duas rodadas de antecedência é um mérito", declarou o comandante.

Esse foi o 36º título da Juve na Série A, mas a torcida contabiliza 38 conquistas, incluindo os dois revogados por causa do escândalo de manipulação de resultados conhecido como "Calciopoli". A equipe bianconera tem o mesmo número de taças que os rivais Inter de Milão (18) e Milan (18) somados. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA