Federação investiga briga entre Conte e presidente da Juve

Técnico e dirigente se desentenderam no jogo da Copa da Itália

Conte e Agnelli juntos em um jogo beneficente em 2013
Conte e Agnelli juntos em um jogo beneficente em 2013 (foto: ANSA)
11:29, 11 FevROMA ZRS

(ANSA) - O chefe da promotoria da Federação Italiana de Futebol (Figc), Giuseppe Chinè, abriu nesta quinta-feira (11) uma investigação sobre os insultos trocados entre o técnico da Inter de Milão, Antonio Conte, e o presidente da Juventus, Andrea Agnelli.

O caso aconteceu durante o clássico entre as duas equipes pelas semifinais da Copa da Itália. Conte foi flagrado mostrando o dedo do meio para Agnelli, que não ficou em silêncio e teria xingado o treinador italiano.

Chinè informou que investigará o "comportamento" de Agnelli e Conte. Além disso, declarou que vai apurar um possível envolvimento dos diretores da Juve, Fabio Paratici, e da Inter, Gabriele "Lele" Oriali.

Os promotores da Figc vão convocar Daniele Chiffi, que foi o quarto árbitro da partida, para prestar seu depoimento sobre o caso.

Após ter vencido o jogo de ida em Milão por 2 a 1, a Velha Senhora empatou a segunda partida em 0 a 0 e conseguiu se classificar para a decisão da Copa da Itália. A final será diante da Atalanta, que eliminou ontem (10) o Napoli. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA