Uefa adia decisão sobre cidades-sede da Eurocopa

Nova reunião será realizada na próxima sexta-feira (23)

Cidades precisam receber torcedores em seus estádios
Cidades precisam receber torcedores em seus estádios (foto: ANSA)
12:14, 20 AbrMONTREUX ZCC

(ANSA) - O comitê executivo da Uefa, reunido hoje (19) em Montreux, decidiu adiar as decisões sobre as cidades que vão sediar a Eurocopa para a próxima sexta-feira (23).

A competição está agendada para ser disputada de 11 de junho a 11 de julho, e as cidades de Dublin (Irlanda), Bilbao (Espanha) e Munique (Alemanha) podem ser retiradas se não conseguirem garantir a presença de torcedores nos seus estádios.

"Ainda temos de avaliar a posição de três cidades para saber se vão receber os jogos como planejado ou se é necessário encontrar outras soluções", disse o presidente da Uefa, Aleksandar Ceferin.

A entidade pede que as 12 cidades que vão acolher a competição aceitem uma capacidade mínima de 25% de torcedores.

Neste mês, a Uefa já confirmou a participação de nove das 12 sedes originais, todas com garantia de presença de público: Amsterdã (Holanda), Baku (Azerbaijão), Bucareste (Romênia), Budapeste (Hungria), Copenhague (Dinamarca), Glasgow (Escócia), Roma (Itália), São Petersburgo (Rússia), além de Londres (Inglaterra).

A indefinição envolvendo as outras três cidades seria justamente pela falta de garantia da presença dos espectadores nas arquibancadas. Desde o adiamento da Euro por causa da pandemia de Covid-19, a Uefa tem conversado com autoridades de países e cidades envolvidas na organização da competição.

Desta forma, o comitê executivo se reunirá na sexta-feira por videoconferência para tomar uma decisão definitiva. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA