Futebol precisa de histórias como da Atalanta, diz líder da Uefa

Ceferin usou time italiano para voltar a criticar 'Superliga'

Jogadores da Atalanta celebrando o gol da vitória em cima da Juventus
Jogadores da Atalanta celebrando o gol da vitória em cima da Juventus (foto: ANSA)
12:13, 20 AbrROMA ZRS

(ANSA) - Em mais uma investida contra a criação da "Superliga", o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, afirmou que o futebol "precisa de histórias" de equipes como da Atalanta, uma das maiores surpresas do futebol europeu nas últimas temporadas.

Além de citar o clube de Bergamo, o dirigente esloveno lembrou em seu argumento dos escoceses Rangers e Celtic, bem como do turco Galatasaray.

"As competições da Uefa precisam de histórias de equipes como Atalanta, Celtic, Rangers e Galatasaray. Precisamos destes clubes, porque as pessoas sabem que tudo é possível, que todos têm uma chance de ganhar. Os grandes times de hoje nem sempre foram assim e não há garantia de que serão no futuro. O futebol é dinâmico e imprevisível", declarou Ceferin.

O Celtic conquistou na temporada 1966/67 a Champions League em cima da Inter de Milão e foi vice-campeão do torneio em 1969/70. O Rangers, por sua vez, vive uma excelente fase sob o comando do ex-jogador do Liverpool Steven Gerrard.

Na Série A, a Atalanta é a terceira colocada e venceu a Juventus por 1 a 0 na rodada passada da liga. As duas equipes se enfrentarão em maio pela decisão da Copa da Itália.

O alemão Robin Gosens, da Atalanta, seguiu os mesmos passos de Ceferin e criticou a "Superliga" em uma entrevista ao jornal "Kicker".

"É um grande desastre para o futebol. Estou em choque porque tudo isso pode se tornar realidade. Se o Arsenal ou o Tottenham se classificarem sempre sem ter conquistado esse direito em campo, os princípios do futebol não existirão mais. É necessário se perguntar onde está a ética em tudo isso", declarou o jogador da Dea. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA