Começam depoimentos sobre morte de Maradona

As audiências deverão ser concluídas no final de junho

Diego Maradona quando era jogador do Napoli
Diego Maradona quando era jogador do Napoli (foto: Ansa)
15:39, 14 JunROMA ZRS

(ANSA) - O primeiro dos sete suspeitos da morte do ex-craque Diego Maradona irá depor nesta segunda-feira (14) na Argentina. O grupo foi acusado pelas autoridades locais por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

O primeiro que prestará depoimento será o enfermeiro Ricardo Omar Almirón, de 37 anos de idade. Ele cuidava de Maradona no turno da noite e teria mentido que o ex-jogador respirava e dormia normalmente algumas horas antes de morrer.

Maradona, que foi um dos melhores jogadores da história do futebol mundial, faleceu no último dia 25 de novembro, aos 60 anos de idade, após sofrer uma parada cardiorrespiratória em sua casa em Tigre, na Argentina.

Depois de Almirón, os próximos acusados que prestarão depoimento vão ser a enfermeira Dahiana Gisella Madrid e o coordenador Mariano Ariel Perroni, membros de uma empresa contratada para cuidar do astro argentino.

As audiências só serão concluídas em 28 de junho, mesma data que o neurocirurgião Leopoldo Luque será ouvido. O profissional de saúde é um dos principais réus do caso. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA