Merkel pede 'responsabilidade' para Uefa em final da Eurocopa

A chanceler alemã alertou que Londres é uma 'zona de risco'

Estádio de Wembley, em Londres, antes do jogo entre Inglaterra e Escócia
Estádio de Wembley, em Londres, antes do jogo entre Inglaterra e Escócia (foto: EPA)
14:24, 22 JunBERLIM ZRS

(ANSA) - A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, pediu nesta terça-feira (22) para a Uefa "agir com responsabilidade" e declarou não aprovar que a final da Eurocopa seja disputada em um lotado Estádio de Wembley, na Inglaterra.

Em uma coletiva de imprensa, a alemã alertou que a Grã-Bretanha é uma "área de risco" por ter um grande foco de variantes do novo coronavírus e não escondeu seu medo de que a doença se espalhe entre os espectadores.

"A Grã-Bretanha é uma área de risco de variantes do vírus, todos aqueles que chegam de lá precisam ficar 14 dias em quarentena e existem poucas exceções. Acredito e espero que a Uefa possa agir com responsabilidade. Eu não acharia bom que houvesse estádios lotados lá", declarou Merkel.

O governo britânico, por sua vez, garantiu que pelo menos 60 mil espectadores poderão assistir aos jogos decisivos da Eurocopa em Londres, inclusive a final, agendada para 11 de julho.

O Estádio de Wembley, um dos grandes templos do futebol mundial, sediará as semifinais e a grande final do torneio. A capacidade do local será aumentada para 75% do seu máximo nestas três partidas.

O local ainda vai receber o último jogo da Inglaterra na fase de grupos e o duelo da Itália pelas oitavas de final, mas provavelmente com somente 25% de sua lotação máxima, assim como foram as partidas anteriores. (ANSA)
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA