Ativista entra em campo com bandeira pró-LGBTQIA+ em jogo da Euro

Jovem protestou durante partida entre Alemanha e Hungria

Jovem protestou durante partida entre Alemanha e Hungria (foto: EPA)
08:31, 24 JunMONACO ZCC

(ANSA) - Um ativista da comunidade LGBTQIA+ entrou em campo no Allianz Arena, em Munique, na tarde desta quarta-feira (23), antes do início da partida entre Alemanha e Hungria pela última rodada da fase de grupos da Eurocopa.

Durante o hino húngaro, o jovem desceu das arquibancadas agitando uma grande bandeira com as cores do arco-íris e correu para frente das duas seleções. O ativista, porém, foi detido pela segurança do local.

A iniciativa ocorreu após a Uefa rejeitar a proposta da cidade de Munique de iluminar o estádio com as cores pró-LGBTQIA+, como uma forma de protestar contra a lei homofóbica recentemente aprovada na Hungria.

A decisão provocou polêmica e protestos e até a ONG Anistia Internacional decidiu distribuir bandeiras arco-íris ao público que compareceu para ver a partida. O objetivo é enviar através dos torcedores uma mensagem de solidariedade à comunidade LGBTQIA+ durante o jogo.

Em forma de protesto, o goleiro da Alemanha, Manuel Neuer, também está usando uma braçadeira arco-íris, o que tem sido classificado como "um sinal de esperança" pelos ativistas.

A lei aprovada pelos partidários do governo populista do primeiro-ministro Viktor Orban proíbe o que chama de "promoção de homossexualidade para menores de idade", além de tornar ilegal programas educacionais ou materiais onde a homossexualidade seja mencionada. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA