Dinamarquês da Sampdoria é uma das grandes revelações da Euro

Damsgaard já vem chamando atenção de diversos gigantes da Europa

Damsgaard durante uma partida contra a República Tcheca
Damsgaard durante uma partida contra a República Tcheca (foto: EPA)
12:12, 06 JulSÃO PAULO ZRS

(ANSA) - O jovem Mikkel Damsgaard, da Sampdoria, ganhou mais espaço na seleção da Dinamarca depois do mal súbito sofrido pelo meia Christian Eriksen. O jogador de 21 anos de idade aproveitou a chance recebida e se tornou rapidamente uma das principais peças dos escandinavos, além de ser uma das grandes revelações da Eurocopa.

O atleta é carinhosamente chamado de "Damsinho", apelido dado pelo técnico da Dinamarca, Kasper Hjulmand, por conta do seu estilo de jogo, que parece de um brasileiro. O jogador está no futebol italiano desde 2020, quando a Sampdoria o contratou do Nordsjaelland.

Antes da Eurocopa, Damsgaard havia disputado somente três jogos pela Dinamarca, mas recebeu a difícil missão de substituir Eriksen, jogador da Inter de Milão e principal estrela do país. O jovem meio-campista ficou responsável por construir as jogadas ofensivas da seleção.

Hjulmand conhece muito bem Damsgaard, já que o comandante foi o responsável pela sua estreia como jogador profissional. Em setembro de 2017, quando o meia tinha 17 anos, o atual técnico da seleção nórdica estava no Nordsjaelland e colocou "Damsinho" em uma partida contra o Vejgaard, pela Copa da Dinamarca.

A boa técnica, a precisão nos passes e a excelente visão de jogo de Damsgaard não passaram despercebidas pelos gigantes do continente. Em uma liga tão competitiva como a Série A, o dinamarquês disputou 35 jogos em sua primeira temporada pela Sampdoria e marcou dois gols, além de ter dado quatro assistências.

Os bons desempenhos no Campeonato Italiano e na Eurocopa valorizaram ainda mais a joia da Sampdoria, que desembolsou por volta de seis milhões de euros para tirá-lo do Nordsjaelland há um ano. O presidente do clube genovês, Massimo Ferrero, garantiu recentemente que o atleta vale entre 30 e 50 milhões de euros.

A transferência de Damsgaard para a Sampdoria foi a mais lucrativa da história do Nordsjaelland, superando a venda do compatriota Andreas Skov Olsen para o Bologna, que pagou por volta de 4,5 milhões de euros.

O talentoso dinamarquês vem sendo monitorado pelo Barcelona, segundo o jornal "Sport", bem como por Juventus e Tottenham. No entanto, Damsgaard está focado na partida desta quarta-feira (7) contra a Inglaterra, em Wembley, que valerá uma vaga para a final da Euro.

Damsgaard e seus companheiros de equipe tentam repetir os passos da Dinamarca de 1992, que surpreendeu o continente ao conquistar a Eurocopa em cima da favorita Alemanha. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA